AEM Gijon-Nantes em risco por falta de financiamento

AEM Gijon-Nantes

O relançamento da AEM Gijon-Nantes pela Transportes Riva pode estar em risco pelas dificuldades da empresa espanhola em garantir o necessário financiamento, por falta de garantias.

A Transportes Riva tinha fixado 19 de Janeiro como prazo limite para alcançar o acordo de financiamento do arranque das operações. Porém, quer o Instituto de Desenvolvimento Económico do Principado das Astúrias (Idepa), que deveria alocar um milhão de euros ao projecto, quer os bancos consideram insuficiente, e inconsistente, a documentação apresentada pelo promotor.

 

Nomeadamente, segundo a imprensa do país vizinho, as entidades financiadoras terão dúvidas sobre as participações do empresário Rafael Riva em algumas das empresas apresentadas como garantes da operação, e sobre a capacidade de outras libertarem meios para financiar o arranque do projecto.

Dúvidas subsistem também sobre a compra e adaptação do navio que deverá operar a ligação entre os portos espanhol e francês.

30 de Dezembro de 2016 era o final do prazo (alargado) para por em marcha a AEM Gijon-Nantes, suspensa desde que a LD Lines abandonou o serviço por falta de financiamento.

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »