ESN publicou Relatório Anual

A European ShortSea Network acaba de publicar o Relatório de Actividades 2017/2018 das 13 agências associadas. A Intermodal Portugal foi das mais activas.

Um ano volvido, a ESN publicou mais um relatório de actividades dando conta do que fizeram as suas associadas para a promoção do shortsea e das intermodalidade com base no transporte marítimo de curta distância.

No caso da agência portuguesa, o período ficou marcado, desde logo, pela mudança de nome para Intermodal Promotion Center Portugal, ou simplesmente Intermodal Portugal. Uma alteração que tem a ver com a mudança de posicionamento da agência, cada vez mais apostada na integração dos diferentes modos nas cadeias logísticas, ainda que sem perder o foco no TMCD.

Na mesma linha, ao longo do ano a Intermodal Portugal acolheu quatro novos associados: Medway, Tarros Line, Portusline Container International e Patinter. Todos operadores privados, todos com uma posição de relevo nos mercados em que actuam, e representando três modos distintos de transporte.

Para esta captação de novos associados foi também importante a realização da 1.ª Conferência de Shortsea Shipping e Intermodalidade, uma iniciativa conjunta da Intermodal Portugal e do TRANSPORTES & NEGÓCIOS. A conferência realizou-se em Março, no Porto, integrada no programa do Seminário de Transporte Marítimo do T&N.

Também com o TRANSPORTES & NEGÓCIOS, a Intermodal Portugal distinguiu, uma vez mais, o Melhor Operador de Shortsea Shiiping eleito no âmbito dos Prémios de Carga T&N. Pelo segundo ano consecutivo, a MacAndrews foi vencedora.

Paralelamente a esta actividade interna, a Intermodal Portugal participou, claro, nas iniciativas conjuntas da ESN, e desde logo nos 3.ºs SSS Days, realizados em Munique. E esteve também representada em iniciativas várias e grupos de trabalho com congéneres europeias.

A ENS integra 13 agências nacionais da Alemanha, Croácia, Espanha, Grécia, Irlanda, Itália, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Suécia e Turquia.

O Relatório Anual da ESN pode ser consultado aqui.

 

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »