Eurotunnel desiste da “aventura” marítima

 

Nord Pas de Calais - MyFerryLinkA Eurotunnel desistiu de operar um serviço ro-ro na Mancha e colocou à venda o Nord-Pas-de-Calais.

A decisão decorre da sentença do Supremo Tribunal britânico que confirmou a interdição da Eurotunnel operar um serviço marítimo entre Dover e Calais, através da companhia MyFerryLink.

A Eurotunnel apostava no serviço marítimo como complemento e mesmo alternativa à ligação pelo túnel ferroviário trans-Mancha que explora.

A MyFerryLink tinha outros dois ferries, o Berlioz e o Rodin, que foram cedidos, num contrato de leasing, à DFDS desde Setembro último. A companhia dinamarquesa e a britânica P&O Ferries são, aliás, os dois únicos operadores no Canal da Mancha no presente.

Com a desistência da operação marítima, ficam agora em risco os 130 postos de trabalho associados ao Nord-Pas-de-Calais.

“O grupo Eurotunnel está extremamente desapontado com esta decisão, já que a MyFerryLink provou a sua capacidade para oferecer um serviço competitivo e de alta qualidade”, refere um comunicado da empresa.

 

 

 

 

 

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »