Reino Unido iniciou cobrança das ecotaxas rodoviárias

Não é mentira de 1 Abril. Desde hoje, os transportadores rodoviários de mercadorias têm de pagar uma ecotaxa para circular nas estradas britânicas. O valor diário varia entre as 1,7 e as dez libras esterlinas. Todos pagam, mas os operadores locais são depois ressarcidos.

A justificativa para a introdução da ecotaxa em terras de Sua Majestade é a criação de condições de igualdade entre os operadores britânicos – obrigados que são a pagar portagens sempre que viajam na Europa Continental – e os estrangeiros – que até ao momento não pagavam nada para circular nas Ilhas.

Contudo, ao que tudo indica o esquema britânico distorcerá também as regras da concorrência, agora em favor dos operadores nacionais, uma vez que estes terão o imposto de circulação (VED) reduzido na proporção do valor da ecotaxa. Ou seja, nove em cada dez camiões britânicos não pagarão rigorosamente mais nada do que pagam actualmente.

A cobrança da ecotaxa abrange todos os pesados de mercadorias de mais de 12 toneladas. O valor a pagar varia em função do tipo de veículo, do peso bruto e do número de eixos. No mínimo serão 1,7 libras esterlinas/dia, no máximo dez libras. Pagando anualmente, o mínimo será de 85 libras e o máximo de 1 000.

As ecotaxas têm de ser pagas antecipadamente. Os prevaricadores arriscam multas de 300 libras esterlinas.

As autoridades britânicas estimam que o novo esquema abrangerá cerca de 130 mil camiões estrangeiros e 260 mil britânicos. Não foi adiantada qualquer estimativa de receitas, sendo que apenas os valores pagos pelos estrangeiros representarão um acréscimo para os cofres do Estado.

A exploração do sistema de cobrança das ecotaxas está concessionada à Northgate Public Services até 2019.

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »