Ao longo dos anos, e a instâncias da Comissão Europeia, vários estados-membros têm promovido a criação de estruturas específicas para promover e facilitar o desenvolvimento do TMCD. São os Short Sea Promotion Centers (SPC, na sigla inglesa).

Todavia, a promoção do SSS não pode cingir-se aos estreitos limites das fronteiras de cada estado. Por causa do desenvolvimento das cadeias porta-a-porta e do carácter internacional dos transportes. As acções de promoção e de informação devem, pois, desenvolver-se de forma coordenada em ambos os extremos da cadeia.

Razão por que, a 7 de Março de 2001, foi decidida a criação da Rede Europeia de Transporte Marítimo de Curta Distância, ou European Short Sea Network (ESN).

A rede visa facilitar a troca de informações e a cooperação entre os diferentes SPC nacionais. Mas também assume a função de interlocutor e, na medida do possível, de lobbying junto das instâncias comunitárias, sobre as matérias que importam directamente à promoção do Short Sea Shipping e da co-modalidade.

A presidência do European Short Sea Network é rotativa, mudando a cada seis meses, em sintonia com a mudança na presidência do Conselho da União Europeia.

A APTMCD, ou SPC Portugal, integra a ESN desde a sua criação.