SOL duplica volumes no Gotemburgo-Zeebrugge

 

Swedish Orient Lines

O volume de mercadorias transportadas pela Swedish Orient Lines (SOL) na rota Gotemburgo-Zeebrugge aumentou 98% no primeiro trimestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado.

Face à procura, a companhia aumentou a capacidade dos navios e as frequências na rota. A SOL tem agora sete saídas semanais em cada sentido na linha.

“A rota entre Gotemburgo e Zeebrugge mostrou um desenvolvimento muito positivo desde o início de 2016. Com as frequências adicionais podemos satisfazer a crescente procura dos nossos clientes. É sempre nosso objectivo oferecer aos clientes o melhor serviço possível. Para melhorar ainda mais o processo de reserva e a usabilidade para os nossos clientes, estamos actualmente a desenvolver o nosso sistema de reservas on-line”, refere, citado em comunicado, o director-geral da SOL, Ragnar Johansson.

A ligação entre Gotemburgo e Zeebrugge foi adicionada à rede da SOL em Novembro de 2014 como resultado de uma cooperação com a Stora Enso.

Três navios, com uma capacidade de 2 600 metros lineares cada um, fazem a travessia com um tempo de trânsito de cerca de 34 horas. Todas as escalas são feitas no terminal PSA Wielingendok em Zeebrugge e no terminal ro-ro em Gotemburgo.

Máquinas, veículos e componentes

A Bélgica é o oitavo maior mercado de exportação da Suécia, com exportações anuais de cerca de 50 mil milhões de coroas (5,1 mil milhões de euros), principalmente produtos de engenharia, máquinas e rolamentos. Muitas mercadorias suecas que são exportadas são transbordadas na Bélgica para seguirem para outros mercados.

As importações da Suécia provenientes da Bélgica compreendem géneros alimentares, veículos e componentes para a indústria sueca.

Para além da SOL, também a CLdN e a DFDS operam serviços para a Bélgica, respectivamente para Zeebrugge e Ghent.

 

 

 

 

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »