Wessels Reederei estreia conversão de porta-contentores para GNL

wes-amelie-wessels-reederei

O armador alemão Wessels Reederei tornar-se-á, no próximo ano, na primeira companhia mundial a converter um navio porta-contentores para gás natural liquefeito (GNL).

O navio em causa é o Wes Amelie, com capacidade para 1036 TEU. O anúncio foi feito esta semana, em Hamburgo, na feira SMM.

O projecto, que vai contar com o apoio do Ministério dos Transportes alemão, terá como parceiros a MAN Diesel & Turbo, a TGE Marine Gas Engineering, a SMB Naval Architects & Consultants e a Bureau Veritas.

Actualmente, o navio da Wessels Reederei tem um motor MAN 8L 48/60B com passo de hélice controlado por engrenagem. A MAN vai agora convertê-lo num motor bi-fuel 51/60 DF. O depósito de GNL, com cerca de 500 metros cúbicos, será instalado na proa para limitar a perda de capacidade de carga do navio.

Após a conversão, o Wes Amelie cumprirá o Tier 3 ao Anexo 6 das regulações MARPOL.

 

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »