Noruega subsidia transferência modal de cargas

 

Shortsea

A Noruega está a arrancar com um projecto-piloto de três anos para incentivar a transferência de cargas, do modo rodoviário para o marítimo. Oslo justifica a opção pelos ganhos ambientais e de segurança e o descongestionamento das estradas do país.

Para o corrente ano, o orçamento disponível é de 30 milhões de coroas norueguesas (cerca de 3,3 milhões de euros). Podem ser apoiados serviços novos ou existentes, desde que toquem pelo menos um porto norueguês.

Os apoios a conceder poderão estender-se por um máximo de três anos, sendo certo que os promotores terão de provar a transferência efectiva de cargas e que os serviços serão viáveis findo o apoio público.

“É crucial que armadores e carregadores cooperem”, desafia o ministro dos Transportes e das Comunicações norueguês, Ketil Solvik-Olsen.

 

O montante dos incentivos a atribuir a cada projecto variará em função dos benefícios sociais que produza, considerando a diferença dos custos suportados pela sociedade entre o transporte rodoviário e o transporte marítimo.

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »