Shortsea espanhol cresceu 4% no ano passado

Suardiaz

Os serviços de shortsea shipping em Espanha transportaram no ano passado 235 milhões de toneladas de carga ro-ro, mais 4% que no exercício anterior.

Os dados foram divulgados pelo SPC Espanha e constam do observatório estatístico do mercado de shortsea shipping no país vizinho.

O tráfego de veículos automóveis novos continuou a representar, de muito longe, o principal fluxo de cargas ro-ro. Os demais fluxos valeram apenas 15,9 milhões de toneladas.

Os resultados do observatório confirmam a disparidade entre as fachadas atlântica e mediterrânica do país vizinho, com clara vantagem para esta última mesmo se desta feita cresceu menos. Na fachada atlântica, os tráfegos de mercadorias ro-ro (automóveis excluídos) cresceram 8,9% até aos 1,98 milhões de toneladas, enquanto na margem mediterrânica avançaram apenas 0,7% para 13,9 milhões de toneladas.

Ao invés, a taxa de ocupação média caiu, nos serviços de SSS na fachada atlântica, de 66,6% para 65,9%, ao passo que nos do Mediterrâneo progrediu de 83% para 85,5%. Em termos nacionais chegou aos 80,1% (67% em 2015).

Comparando a evolução do shortsea e do transporte rodoviário, constata-se que o mar continua a perder a terreno, mesmo a crescer. Neste caso os dados são de 2015 mas dão conta que enquanto o transporte internacional de mercadorias por estrada cresceu 4,7%, o shortsea progrediu apenas 1,4%.

Inserir um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »